Reunião com autoridades apresentou algumas mudanças e melhorias para a Romaria que será diferente em 2019

Quarta, 17 de Julho de 2019

Secretaria de Administração

Nesta segunda-feira (15), foi realizado no Teatro Municipal Prof. Ivonildes de Melo um encontro entre comerciantes, hoteleiros e população em geral com várias autoridades do município. O encontro teve a participação e mediação do prefeito Eures Ribeiro e o objetivo deste encontro foi para sanar dúvidas, ouvir através da participação popular e resolver problemas referentes a estruturação e organização do período oficial de romaria que se aproxima no município

 

 

 

A Romaria oficial do Bom Jesus da Lapa acontece entre o final de junho e o dia 06 de agosto, reunindo cerca de 600 mil romeiros de vários estados do país durante os dias oficiais e movimentando mais de 1 milhão de pessoas na cidade nos dias que antecedem e sucedem a data. É uma das mais importantes e antigas romarias do Brasil, com 328 anos de história e sendo a terceira maior festa religiosa país.

 

 

 

Bom Jesus da Lapa é destaque nacional, entre outros fatores, por sediar a terceira maior romaria do Brasil. São festejos aguardados por fiéis, visitantes e turistas que aproveitam para conferir de perto as belezas do Santuário, na gruta, além de vários pontos turísticos da cidade. Também pela rede hoteleira, comerciantes e especialmente centenas de vendedores autônomos, que aproveitam a data para conseguir gerar sua renda.

 

 

 

Para a Romaria do Bom Jesus de 2019, algumas mudanças propostas pelo Ministério Público Estadual (MP-BA) serão feitas, tais como retirar todas as barracas das ruas e calçadas, como também, qualquer montagem de toldos, mesas, balcões, ou carros de vendas de produtos nos locais de maior movimentação. Além disso, vai acontecer uma  fiscalização ambiental mais rígida, a respeito de equipamentos de som que causam poluição sonora e churrasqueiras ou qualquer outra prática que possam estar poluindo as calçadas e as vias.

 

 

 

As novas mudanças propostas pelo Ministério Público foram tema da reunião realizada no  Teatro Municipal, que contou com a presença  dos  comerciantes, hoteleiros e população em geral, além de várias Secretarias Municipais, da Polícia Militar e da Defensoria Pública, que também tiveram participação para que as novas mudanças pudessem ser aplicadas.

 

 

 

Durante a reunião, o prefeito apresentou as novas mudanças propostas pelo MP, e também do camelódromo que está sendo feito, onde serão disponibilizados mais de 700 pontos que receberá os vendedores que utilizam as calçadas como pontos de venda. Eures disse que quem já tem os seus pontos fixos não passarão por mudanças, porque já estão organizados. A proposta, de acordo apresentada, é valorizar mais os ambulantes locais. Além disso, a ideia da Prefeitura Municipal é realizar uma romaria muito mais organizada e ordenada, evoluindo e melhorando a infraestrutura da cidade tanto para os turistas quanto para os moradores.

 

 

 

Após a reunião ficou acertado que os interessados pudessem procurar o Setor de Tributos, para verificar o mapa dos novos locais, dentro de cada especificidade. O setor fica no próprio prédio da Prefeitura Municipal.

 

 

 

De acordo com o prefeito, todas as casas que estão na área de construção do Camelódromo, na Avenida Manoel Novaes, serão demolidas até o próximo domingo (21). Esse projeto já era de conhecimento de toda população faz algum tempo. O local onde funcionava a Escola Municipal Padre Francisco da Soledade também foi destinada a construção desse novo empreendimento municipal.


Murillo Campos - Assessoria de Comunicação


Últimas Notícias