Prefeitura Municipal e Secretaria de Saúde realizam triagem do Mutirão da Catarata na Unidade de Saúde do PACS

Terça, 16 de Abril de 2019

Secretaria da Saúde

A Prefeitura Municipal de Bom Jesus da Lapa e a Secretaria de Saúde continuam com os mutirões de cirurgias eletivas durante o ano de 2019.

 

 

Desta vez, a prioridade é atender pacientes com catarata. Na unidade hospitalar Carmela Dutra, mais de 150 pessoas estão sendo atendidas para a realização das cirurgias. Na primeira etapa está sendo feita a triagem, realizada no espaço da Unidade de Saúde do PACS, em frente ao Carmela Dutra.

 

 

Esse é o momento em que os pacientes são submetidos a consultas e exames. Durante a tarde de terça-feira (16) foram atendidas cerca de 200 pessoas. Os pacientes são de Bom Jesus da Lapa (sede e zona rural) e de cidades vizinhas como Serra do Ramalho, Sítio do Mato e São Félix.

 

 

Logo após a triagem, onde o paciente já sai com a sua cirurgia agendada e todas as orientações, o paciente é submetido ao procedimento cirúrgico. Após a cirurgia, o paciente recebe óculos escuros e colírio, para o tratamento final do processo. Após alguns dias do pós operatório, o paciente é submetido a uma outra consulta, essa a de revisão.

 

 

Todas as etapas do processo no mutirão são feitas sem custo. Em Bom Jesus da Lapa, os atendimentos iniciaram na terça-feira (16 de abril). As cirurgias começarão nos dias 25 e 26 de abril e seguem até a sexta-feira (30), com a revisão do pós-operatório. Até lá, serão quase 200 pacientes que voltarão a enxergar sem correr maiores riscos.

 

 

“A maioria dos atendimentos são de pacientes que já aguardavam a realização da cirurgia, já tinham diagnóstico de catarata, muitos já sem enxergar, e sem recursos para fazer a cirurgia. Não tem alegria maior que ver o sorriso estampado no rosto deles ao sair do centro cirúrgico enxergando”, conta a diretora de Controle, Regulação e Avaliação, Mabia Millane A. Queiroz. A previsão é que sejam realizadas 207 cirurgias de catarata.

 

 

De acordo com Marcelio Magno, secretário de saúde, “existe uma demanda muito grande aqui na região, principalmente de pessoas idosas e carentes, que não têm acesso a esse tipo de procedimento. Na rede privada é um procedimento de valor alto e que se não fosse essa ação, essas pessoas dificilmente teriam a visão de volta, não voltariam a enxergar. Para ter acesso basta procurar sua Unidade de Saúde pra receber as informações de como se cadastrar para fazer parte desse Mutirão. Nós da gestão estamos realizando nesse ano muitos mutirões para redução de demanda tanto cirurgias, quanto de especialidades e exames. O paciente deverá sempre procurar sua Unidade Básica de Saúde do seu bairro (USF), pois esses movimentos são norteados pela demanda existente nas unidades, na qual temos como objetivo a redução da fila de espera, como também o tempo de espera para a realização desses procedimentos facilitando o acesso a toda a população.”

 

 

Esses mutirões contam com trabalho e esforço conjunto e é importantíssimo para desafogar as listas de espera das unidades na qual a Diretoria de Regulação tem um controle mensal da demanda e marcações para tais procedimentos.


Murillo Campos - Assessoria de Comunicação


Últimas Notícias