Combate ao abate e comercialização de carne clandestina são pautas que serão intensificadas no Município

Quinta, 14 de Março de 2019

Secretaria de Agricultura

 

 

Comercializar carne clandestina é crime. E consumir carne clandestina ou sem inspeção pode causar sérias doenças que levam até a morte.

 

Esse foi o tema central da reunião que aconteceu nesta manhã, entre Prefeitura Municipal, Secretaria de Agricultura, ADAB e a Vigilância.

 

O encontro aconteceu na Companhia do Desenvolvimento Sustentável do Velho Chico (Consórcio Velho Chico), que atende as demandas do território, unindo órgãos responsáveis pela inspeção e fiscalização da carne que chega à mesa do consumidor.

 

Prefeitura Municipal, Secretaria de Agricultura, ADAB (Agência de Defesa Agropecuária da Bahia) e Vigilância tem a partir de agora a incumbência de banir qualquer hipótese de ainda existir o abate e consequentemente consumo de carne ilegal em Bom Jesus da Lapa.

 

Foram debatidos na oportunidade os temas centrais, todos em volta do abate e comercialização de alimento ilegal, uma prática que infelizmente ainda acontece em vários municípios, principalmente na zona rural.

 

Foi posto em discussão com a coordenação da ADAB sobre maneiras de banir o abate clandestino e conscientizar a população de Bom Jesus da Lapa e região de uma maneira educativa, para assim consumir o alimento e a carne inspecionada, dentro da legalidade e das normas da vigilância.

 

Bom Jesus da Lapa é pioneira nesse projeto na região e com o novo Abatedouro Frigorífico em funcionamento, a meta é de educar, alertar e intensificar a infomrção a toda a população, além dos açougueiros, comerciantes e produtores, para comprarem e consumirem o produto legal e de acordo com as normas sanitárias.

 

O primeiro passo será salientar e principalmente informar de maneira educativa a todos. O segundo passo é a vistoria e a questão de multas para quem não se adequar a legislação. A fiscalização irá iniciar em breve, mas para isso toda uma campanha de alerta e informativa será posta em ação.

 

 


MURILLO CAMPOS - ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO


Últimas Notícias