W3C

Em conformidade com:

Saúde
Bom Jesus da Lapa desenvolve eficiente logística para enfrentamento da COVID-19
09/07/2020

O sistema montado no município de Bom Jesus da Lapa para o enfrentamento da COVID-19 traz muitas camadas e diferentes planos de ação para maior eficiência nos atendimentos e demandas que surgem.

 

O primeiro ponto existente é a Barreira Sanitária, montada desde o início da pandemia no país e antes mesmo chegar na região. É nela que ocorre abordagens aos veículos realizados pelos funcionários da Secretaria Municipal de Saúde com apoio da Policia Militar e Guarda Municipal, nela as pessoas passam por uma triagem para que a partir daí recebam orientações sobre o que fazer.  

 

Das abordagens preventivas detecta-se casos suspeitos de Coronavírus para uma posterior e contínua investigação e monitoramento pela Secretaria Municipal de Saúde; onde são dois postos de monitoramento além dos que são identificados pela Barreira também a acompanhamento dos casos sintomáticos.

 

A Vigilância em Saúde realiza o monitoramento dos sintomáticos respiratórios, encaminha-os para UPA, Unidades de Saúde, além de buscar os contatos de pacientes positivo para à COVID-19. Assim como realiza a marcação dos testes que serão encaminhados para serem realizados no centro COVID-19. Os pacientes sintomáticos e positivo recebem ligações telefônicas a cada 24h. E os usuários assintomáticos acompanhados pela Equipe da Vigilância e Atenção Básica são monitorados via contato telefônico a cada 48h.

 

Outro ponto de combate é o das Unidades Básicas de Saúde-UBSs, que ocorre o monitoramento de todos pacientes com sintomas gripais, que são notificados e monitorados a cada 24h/48h, se testado positivo é atribuído para o Centro de Atendimento Para Enfrentamento à COVID-19, caso o resultado dê inconclusivo ou negativo há o prosseguimento ao monitoramento.

 

Quando há o resultado positivo o Centro passa monitorar e acompanhar diariamente. Nele também são realizados testes rápidos, coleta de Swab e atendimento médico e de enfermagem. Caso haja comorbidades o médico define o melhor tratamento e acompanhamento deste usuário.



Autor: Earvin Andrade - ASCOM